domingo, 15 de agosto de 2010

os oníricos chegaram cedinho no Mercado Central, mas por lá tudo estava muito calmo. não havia o burburinho cotidiano e os transeuntes eram escassos, as peças de carnes e os tabuleiros de verduras e frutas estavam se exibindo para poucos. hoje o mercado estava calmo demais, muito estranho, nos entreolhamos e resolvemos tomar café e conversar no Mercado do Mafuá, o projeto de levar poesia ao Mercado Central ficou para um outro dia.

Um comentário:

  1. Quem sabe, se desse dia que não deu pra levar poesia possa vir poesia!

    ResponderExcluir